Último de muitos natais

natal_pnoelescr

Lá vêm eles, os últimos dias do ano, dias de sonhos e planos. Vivê-los não chega a ser como se estivéssemos diante de uma lâmpada mágica, mas talvez sim de uma fonte dos desejos, dentro da qual lançamos incrédulas moedas. E mesmo que ninguém acredite na superstição, o pensamento silencioso pede, com esperança, o seu desejo. E por que não? Já que a política esfria e a economia se agita, tudo em razão desse espírito natalino… por que não se deixar levar por ele? Levar para lugar nenhum onde já não estivéssemos, lá naquele ambiente mais próximo e familiar, onde podemos encontrar um momento para a reflexão.

Quais seus planos para 2009? Confesso-lhes que os meus ainda nem foram meticulosamente pensados. Tenho uma vaga idéia de meu ser em São Paulo estudando com labor e suor. Será, portanto, um ano passageiro apenas? Um ano intermediário sem valor intrínseco? Um ano que apenas abrirá o caminho? Caminho para onde? 2010 formatura do mestrado, início do doutorado: isto também não seria um meio, em vez de fim?! Até onde vai esse caminho cíclico? Onde é o fim? NÃO! Não se deixe levar por esse raciocínio. Não deixe os sonhos virarem pesadelos natalinos. Nenhum ano pode ser pensado como meio. Viva 2010 como se fosse o último dos anos. E amanhã viva o último de muitos últimos natais.

É o que eu desejo: um natal muito feliz para você, leitor, e toda sua família.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: