game lifes

Essa gamemania de viver em fases, como se uma fosse mais difícil que outra, como se os chefões de ontem perecem para o hoje, como se o jogo tivesse “continue” e como se a vida tivesse um fim.

2 Respostas to “game lifes”

  1. Sergio Nascimento Says:

    É legal ter essa idéia…
    não que uma fase seja sempre mais difícil e pior que a outra.

    Creio que as fases são sempre interessantes, e a mudança repentina de fase, época, objetivo, pode tirar um pouco do nosso apego a certas coisas.

    Claro que é preciso um pouco de tato pra sentir quando verdadeiramente é pra se mudar de fase.

  2. Leandro Damasio Says:

    Verdade. Creio ser o erro de muita gente esse de mudar repentinamente. Fica uma ruptura. O que era legal ontem não pode simplesmente ser desprezado hoje. Causaria mágoa e confusão.

    Por outro lado, não deve nenhuma pessoa ficar a vida toda em uma única fase. Se o Mário não enfrentasse o Browser jamais salvaria a Peach. Mas se ele não utilizasse a peninha, jamais encontraria segredos pelo ar.

    A vida, como os jogos, são mais complexos do que o binário vitória-derrota.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: