Em quais candidatos você NÃO votaria?

Vale preencher mais de uma resposta na enquete ao lado, se o leitor me permite a pergunta indiscreta, em tempos de temor à esfera pública.

Em vez de reconhecer a oportunidade de expor publicamente a sua individualidade, e garantir ao seu “ser” um status ontológico diferente de “nada” (para deleitarmo-nos com essa genial inferência de Hannah Arendt), o dito cidadão moderno prefere o silêncio da sobrevivência. Não é culpa dele. A bem da verdade é que ele é um homem, não é um cidadão, no sentido antigo da palavra. Dotado de inteligência, o homem consegue bravamente superar os obstáculos da natureza e sobreviver por um piscar da história, dificilmente mais do que 100 anos. Já o cidadão é dotado da coragem e as referências de seu mundo estão apontadas não para a sua vida, mas a para a sobrevivência e a glória do próprio mundo.

De toda forma, a enquete ao lado foi construída de modo a preservar a privacidade da sua opinião. Eis uma característica importante para o desenvolvimento da recente ciência da estatística. Não à toa, é ela a principal ferramenta das modernas ciências sociais. Mantêm o anonimato dos indivíduos pesquisados, resumindo e simulando seus comportamentos. Com esses ensinamentos aprendemos que a pergunta pela rejeição é capaz de garimpar a real preferência do e-leitor. Veremos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: