bibliotecas municipais

este é um assunto sobre o
qual me ocorreria pesquisar,
não fosse a escassez do tempo.

é importante e empolgante.
os dados desta pesquisa
feita pela fgv
para o ministério da cultura
auxiliam o design
da política de cultura
e abrem oportunidades para we
social researchers.

a maioria das bibliotecas
é gerida pela old generation,
gente com mais de 30 anos
e normalmente bem mais,
de modo que ela
– a maioria –
não promove eventos
nem infelizmente usa
internet.

as bibliotecas do sul são as que
mais gastam em compras de livros,
enquanto as bibliotecas do nordeste,
em comparação com o resto do brasil,
são as que mais gastam com funcionários.

possivelmente isto acontece
porque as regiões nordeste e norte
têm por hábito abrir bibliotecas
públicas
no período noturno,
embora, em geral, não as abram nos sábados.
abrir no domingo é raridade,
com pequena ressalva ao paraná.

a maior parte das bibliotecas
municipais
grandes estão localizadas na
região sudeste e sul,
com destaque para rio de janeiro e são paulo.

paraná e, sobretudo,
(vejam só que bom)
alagoas,
são os estados em cujas bibliotecas
municipais
há maior preparo para receber deficientes visuais.

já os municípios de
são paulo e santa catarina
se destacam no atendimento a outros tipos de deficiência.

É evidente que o resultado
dessa pesquisa
é condicionado por fatores exógenos,
como  a densidade populacional
e o níveis de alfabetização de cada região.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: