ciclovias, ciclovias!!

Por falar em transporte, vamos lembrar de lembrar das ciclovias durante os debates municipais. O modelo automotivo já chegou ao limite em  cidades grandes e vem criando imensos problemas nas médias. O governo municipal é o mais apto a promover incentivo em prol do uso de bicicletas. Porque, diferente do incentivo ao automóvel, a questão não é reduzir impostos de produção (como foi o caso da redução de IPI há um tempo atrás, embora essa redução tivesse por objetivo menos incentivar o uso de carros do que aumentar o consumo diante da ameaça da crise que vem abalando a economia mundial). O governo municipal é mais apto, porque a produção de bicicleta é menos custosa. Não é o baixo poder de compra que reduz as chances das pessoas obterem bicicletas. Mas é o desincentivo público. O problema do uso de bicicleta é que, em primeiro lugar, serve apenas para distâncias pequenas – já que exige maior esforço físico e (normalmente) não atinge alta velocidade; em segundo lugar, a insegurança ao transitar de bicicleta em meio ao asfalto urbano de carros, mais agressivo e menos sensível ao ambiente externo. O primeiro problema é mais difícil de se resolver; para o segundo, todavia, existe uma solução: as vias exclusivas para o transporte ciclístico. Então, este ano, que será um ano em que votaremos para vereadores e prefeitos, vamos colocar ênfase na agenda das ciclovias, pois aqui está um caminho para uma vida mais sustentável.

Anúncios

%d bloggers like this: