Privado: Substância

A cena é um gramado sem cercado, não distante do mar calmo. Um vovô cuidando dos netos, que brincam com o gato persa:

“Pietro, ele vai te arranhar! Maria Antônia, não puxa pelo rabo!”

E assim permanecem por um tempo que se equivale a uma eternidade de cada microssegundo. Aparece Maria Luiza, a mãe desses filhos, oferecendo uva verde em uma cesta. De rosto ela é muito parecida com a sua mãe, que observa da janela sem falar nada. O sorriso imperceptível carrega os estrelatos éticos de uma vida realizada, tudo menos importante do que aquele instante.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: